Índia pede ao YouTube para retirar do ar documentário sobre caso de estupro em Nova Déli

O governo da Índia encaminhou um pedido ao Google para retirar do YouTube um documentário sobre um estupro em grupo seguido de assassinato de uma mulher ocorrido em Nova Déli, em dezembro de 2012. A notícia é da agência Reuters.

O documentário, intitulado "India's Daughter" (Filha da Índia), da israelense Leslee Udwin (foto acima), traz uma controversa entrevista com Mukesh Singh, um dos quatro homens condenados à morte pelo ato combinado de estuprar e torturar uma mulher de 23 anos na metrópole indiana.  

No vídeo, o condenado joga a responsabilidade do crime para a vítima, afirmando que as mulheres são mais culpadas que os homens pelo ato. O comentário, claro, gerou reações diversas nas redes sociais, também reacendendo o debate público sobre a desigualdade de gêneros na Índia. 

O YouTube, contudo, não está inclinado a retirar o documentário do ar; alegando, sobretudo, o livre acesso à informação para todos os usuários da rede. "Continuaremos a remover conteúdos que sejam ilegais ou que violem as regras da nossa comunidade, quando forem notificados. Acreditamos que o acesso à informação é a base da sociedade livre", disse um representante do Google.

{via}Reuters|http://www.reuters.com/article/2015/03/05/us-india-rape-film-idUSKBN0M11AF20150305{/via} 

Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Em jogos single-player como Resident Evil Village, você prefere:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.