Minecraft pode ser banido na Turquia por ser "muito violento"

A ministra da família e política social da Turquia, Aysenur Islam, pretende banir o jogo Minecraft do país por ser muito violento. Segundo o jornal turco Habertürk, após um mês de investigações, o ministério concluiu que o game incentiva as crianças a serem violentas, principalmente com os animais. O país não é famoso por banir games, mas o governo vê Minecraft como um jogo voltado para o público infantil, o que diminui a tolerância quando o assunto é violência. 

Em uma nota enviada ao jornal pelo ministério da família, Minecraft é descrito como um "jogo baseado na violência". Segundo a nota, partes da jogabilidade como atacar os inimigos para proteger construções e caçar incitam a criança a pensar que animais e outros seres vivos não sentem dor. O jogo também contribui para o isolamento social e prática do cyberbullying, aponta a reportagem.

Se tudo ocorrer como a ministra Aysenur Islam planeja, esta será a primeira vez que Minecraft será banido em um país. O jogo sandbox focado em construções e sobrevivência não é referência quando o assunto é violência. Em lugares como Estocolmo, na Suécia, o jogo é utilizado em escolas para ensinar crianças sobre planejamento de cidades e problemas ambientais.


Aysenur Islam, ministra da Família e Política Social na Turquia

Minecraft é um dos games mais populares do mundo, atualmente. O jogo é um sucesso de vendas nos consoles e no PC e é uma marca bastante lucrativa: o título foi comprado pela Microsoft por US$2,25 bilhões e deixou o criador do game com uma vida bem confortável. Também existem planos para expandir a franquia, como um modo Story e um filme live-action baseado no jogo de bloquinhos.

- Continua após a publicidade -

Apesar de não ter muitos problemas com games, a Turquia não é tolerante em relação a internet. O país gerou bastante movimento na web com o banimento do Twitter, um ano atrás, ordenado pelo primeiro-ministro do país na época, Recep Tayyip Erdoğan. Mais de 67 mil sites já foram banidos no país, incluindo o 4chan e até algumas páginas do Wikipédia.

{via}Washington Post|http://www.washingtonpost.com/blogs/worldviews/wp/2015/03/10/the-turkish-governments-inexplicable-call-to-ban-minecraft/{/via} 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.