Ex-desenvolvedor de drivers da Nvidia afirma que quase todos os games "saem quebrados"

Games bugados e mal-feitos parecem o novo padrão da indústria, e o ano passado foi especialmente recheado de lançamentos problemáticos, principalmente envolvendo jogos de grande orçamento. Mas aparentemente este problema não é de hoje, e temos mais indícios de como as coisas acontecem neste post no forum de desenvolvedores GameDev. Um usuário identificado como Promit e que afirma ser ex-desenvolvedor de drivers para a Nvidia afirmou que "quase todos os jogos saem 'quebrados'".

O ex-funcionário da Nvidia trabalhava na equipe de desenvolvimento dos drivers para DirectX nos tempos em que o Windows era o Vista, ainda em uma época que acontecia a transição para o DirectX 10. A sua função era investigar a nível de driver e descobrir o que estava dando errado, e com este período de trabalho Promit afirma ter visto um pouco da forma como funciona a indústria dos games.

Praticamente todo jogo é enviado quebrado. Estamos falando de títulos AAA de desenvolvedores famosos. Em alguns casos estamos falando de flagrantes violações das regras da API [...]. Outros são erros ou falhas de revisão, como um jogo que foi desenvolvido usando shaders que impactam de forma pesada na performance dos drivers da Nvidia.

- usuário Promit, no fórum GameDev

 A solução para estes problemas já é um conhecido de todos nós: os drivers de correção liberados pelos fabricantes logo após o lançamento de um grande título. Segundo Promit, a solução é mesmo "alguém ir, achar o que o game ferrou e fazer um patch no driver para resolver.

- Continua após a publicidade -

O ex-Nvidia também destacou a complexidade de toda a questão das APIs e seu relacionamento com os drivers. Um driver possui entre 1 a 2 milhões de linhas de código, e ainda enfrentam a dificuldade das APIs nem sempre realizarem um bom trabalho realizando a comunicação com o hardware. Outra coisa difícil de controlar é a combinação de placas de vídeo, Crossfire e SLI. "Você não consegue conceber o número de casos de falhas que acontecem até ver pessoalmente". O resultado é o que acontece em nosso PC dos Sonhos 2015: na medida que colocamos mais placas na combinação, menos incremento de performance é obtido, e em alguns casos o desempenho até cai.

Mas nem tudo está perdido. De acordo com Promit as próximas APIs devem resolver muitas dessas questões, pois alguns dos problemas com os games estão relacionados com a complexidade e desorganização das antigas tecnologias como o DirectX 11, DirectX 9 e especialmente o já bastante criticado OpenGL. Mantle e DirectX 12 trazem as "instruções de baixo nível" aproximando mais o software (games) dos recursos do hardware, e reduzindo este caos que resulta em perda de performance e melhora especialmente no threading. Em alguns testes, as novas APIs trazem até 100% de incremento em desempenho, e há indícios de resultados promissores também nas combinações de placas de vídeo.

{fonte}GameDev|http://www.gamedev.net/topic/666419-what-are-your-opinions-on-dx12vulkanmantle/#entry5215019{/fonte} 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.