[Rumor] DirectX 12 tornaria possível combinar placas Nvidia e AMD

[+update]: Mais um indício sobre esta história apareceu no fórum Linus Tech Tips. Uma suposta conversa com o suporte da Microsoft confirmaria a possibilidade de combinar placas. Como se trata de uma simples imagem PNG, é tão à prova de falsificações quanto o Windows Defender é à prova de malwares

[+texto original]: Já temos bons indícios que o DirectX 12 irá trazer melhorias interessantes, mas a última que "pipocou" na internet dificilmente era esperada. De acordo com fontes do Tom's Hardware não identificadas mas "com conhecimentos na questão", uma "certa nova API" que eles acreditam ser o DirectX 12 vai tornar possível combinar placas Nvidia com placas AMD, ou como alguns brincam, criam o Cross-SLI. 

A chave para possibilitar este recurso é a mesma que já deu as caras em um provocação de desenvolvedores da AMD, afirmando que a Mantle irá possibilitar somar as memórias nas placas de vídeo em CrossFire. Hoje, placas combinadas não atuam no mesmo quadro, e por consequência também não somam as memórias. Duas placas de 4GB, em Crossfire ou SLI, entregavam 4GB de memória dedicada. O motivo é que nas atuais tecnologias é preciso que ambas as placas de vídeo tenham acesso a todos os dados das memórias, por trabalharem em "seus próprios quadros", o Alternated Frame Rendering (Renderização de Quadro Alternada, AFR) sendo que cada placa só tem acesso a sua própria memória e que ficam desta forma "espelhadas". Esta necessidade de duplicar os dados impede de somar as memórias das duas placas e também impede uma melhor coordenação entre as GPUs, por trabalharem "cada uma na sua".

As novas APIs trouxeram maiores possibilidade de implementação do Split Frame Rendering (Renderização Dividida de Quadro, SFR), onde os desenvolvedores conseguem alternar o trabalho das placas, com uma cuidando de texturas e outra da geometria do quadro, por exemplo. Assim o trabalho não é mais separado: as placas atuam juntas na construção de um único quadro, não precisando mais "espelhar as memórias".

- Continua após a publicidade -

Sem a necessidade da fila do estilo "este quadro é meu você faz o próximo" entre as placas, a latência também deve ser reduzida com o SFR, tornando o jogo mais responsivo.

Com a API atuando de forma direta, definindo uma placa como a "Master" e uma como auxiliar, este recurso pode tornar obsoletas as tecnologias SLI e CrossFire, ao entregar uma maior eficiência e, inclusive, tornando possível colocar uma Radeon e uma GeForce trabalhando em um mesmo computador e até no mesmo quadro. 

Esta tecnologia poderia tornar possível combinar placas Radeon e GeForces na renderização do mesmo quadro

 

Além da até hoje improvável combinação, há outras opções com resultados potencialmente interessantes. Atualmente notebooks com chips dedicados para a parte gráfica também possuem gráficos integrados no processador, e isso abre margem para eventuais combinações entre estas duas GPUs, entregando alguma função secundária ao chip integrado e alcançando desta forma maior desempenho.

Apesar de toda a história ser verosímil, ainda não temos nenhuma confirmação da parte de ninguém. O jeito é esperar pelo lançamento do DirectX 12 e da Mantle para ver o quanto disso vai virar realidade, algo que acabamos de ficar mais ansiosos para ver.

- Continua após a publicidade -

{via}Tom's Hardware|http://www.tomshardware.com/news/microsoft-directx12-amd-nvidia,28606.html{/via} 

Tags
amd
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor lançamento de game em julho de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.