Android e iOS representam 96,3% do mercado de smartphones, afirma consultoria

A firma de consultoria IDC divulgou alguns dados sobre o mercado de smartphones em 2014. Eles afirmam que 96,3% dos smartphones enviados aos lojistas no ano passado possuíam sistema Android ou iOS. Isso foi um aumento em relação ao ano anterior, quando 93,8% dos aparelhos traziam os sistemas operacionais de Google ou Apple.

Como é de se esperar, o Android está na liderança, já que 81,5% dos aparelhos incluíram o sistema, uma melhora em relação aos 78,7% de 2013. Quem teve uma queda nesse número foi a Apple, que emplacou seu sistema operacional em 14,8% dos dispositivos, abaixo dos 15,1% que continham iOS em 2013.

De acordo com Ramon Llamas, gerente de pesquisas da IDC, os motivos que levaram ao sucesso de Android e iOS no último ano são praticamente os mesmos. "Uma combinação de forte demanda dos usuários finais, portfólios atualizados e disponibilidade de dispositivos de baixo custo (com Android, no caso) aumentaram os volumes de vendas", explica o gerente.

Enquanto isso, Microsoft e BlackBerry e algumas outras empresas dividem os outros 3,7% do mercado. Desses, 2,7% ficaram com o Windows Phone, que cresceu 4,2% em 2014. Já 0,4% dos aparelhos foi enviado aos lojistas com sistema da BlackBerry, que decresceu 69,8% em relação a 69,8%. Os outros sistemas juntos representaram 0,6% do total.

{via}GSM Arena|http://www.gsmarena.com/android_and_ios_together_account_for_963_of__smartphone_market-news-11314.php|ZD Net|http://www.zdnet.com/article/android-ios-control-96-3-percent-of-global-smartphone-market-idc/|IDC|http://www.idc.com/getdoc.jsp?containerId=prUS25450615{/via}

- Continua após a publicidade -

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.