Lenovo promete que não vai mais pré-instalar o adware Superfish em seus aparelhos

Depois de "ser pega em flagrante", a Lenovo ficou com sua imagem prejudicada por estar distribuindo notebooks com um adware chamado Superfish pré-instalado nos aparelhos. A empresa, a princípio, informou que desabilitaria o programa, além de removê-lo de computadores novos. A decisão, agora, é de que o adware não voltará mais para os dispositivos da empresa.

O maior problema com a instalação do Superfish, como discutido anteriormente, é a criação do certificado root de autoridade irrestrita, que poderia ser explorado para acessar informações privadas e dados dos usuários. A Levono, entretanto, enfatizou que o adware é seguro e que não coletava informações das pessoas.

"A tecnologia do Superfish é puramente baseada em contexto/imagem e não comportamental. Ele não perfila nem monitora o comportamento do usuário. Ele não grava informações do usuário. Ele não sabe quem o usuário é. Usuários não são rastreados, nem re-apontados. Toda sessão é independente."

- Continua após a publicidade -

Mesmo assim, a empresa decidiu que o melhor no momento seria desistir completamente da pré-instalação do adware.

{via}Engadget | http://www.engadget.com/2015/02/19/lenovo-stop-preloading-superfish{/via} 

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.