Toshiba anuncia protótipos de três novas câmeras para o Projeto Ara, do Google

A Toshiba lançou recentemente três protótipos de câmeras terceirizadas para o celular multi-módulo Projeto Ara. A empresa, que fez parcerias com o Google no projeto de smartphone revelou os componentes a serem utilizados para foto, que serão direcionados para a próxima versão do projeto. Os modelos consistem em uma câmera traseira de 5MP, uma de 13MP e uma câmara frontal de 3MP.

O módulo de 13MP possui um modo de iluminação e capacidade de altas taxas de frames, apresentando um desempenho próximo dos componentes topo-de-linha prometidos pela Google durante a última conferência de desenvolvedores para o Projeto Ara. Os novos componentes são desenvolvidos para a segunda versão do protótipo, o Spiral 2, revelado na conferência de janeiro sobre o Projeto Ara. Os planos da empresa são de criar mais um protótipo, o Spiral 3, antes de disponibilizar os aparelhos em Porto Rico.

O anúncio das câmeras da Toshiba é realizado em um momento em que o Projeto Ara, a ideia do Google de criar um smartphone modular, se aproxima ainda mais de sair das etapas de desenvolvimento para chegar no mercado. Os protótipos do Ara são feitos de uma estrutura e uma série de módulos removíveis que permitem componentes individuais do celular, como a câmera ou o processador, serem trocados independentemente do resto do aparelho.

As primeiras unidades do Ara estará disponível para venda em Porto Rico no próximo ano, onde o Google irá vender os aparelhos em lojas mobile ao estilo de foodtrucks, enquanto calibra as respostas para os novos smartphones baseados em Android. Embora a empresa não tenha pronunciado uma linha do tempo para o lançamento do Projeto Ara, o objetivo até lá é disponibilizar diversos componentes terceirizados, incluindo os da Toshiba, para o público.

{via}Mashable|http://mashable.com/2015/02/18/toshiba-project-ara-modules/{/via}

Tags
  • Redator: Gabriel Daros

    Gabriel Daros

    Redator da Adrenaline que teve contato com hardwares desde quando viu seu pai montar um tal "PC gamer" aos oito anos de idade. Escreve notícias sobre internet, tecnologia e jogos, cujo primeiro contato foi com um SNES aos sete anos. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2013.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.