Samsung investirá quase U$ 4 bilhões para produzir telas em OLED para mobiles

A Samsung está querendo investir U$3,6 bilhões na produção de telas com diodos emissores de luz orgânica – os OLEDs. A nova tela será aplicada em smartphones e pequenos aparelhos como tablets e wearables. Segundo uma publicação da agência de notícias Reuters, a empresa sul-coreana menciona que sua linha de produtos com esta tecnologia inclusa está prevista para lançamento gradual entre este ano e 2017.

Recentemente, a empresa sul-coreana tem apresentado queda nos seus lucros com o segmento de smartphones, fechando o ano de 2014 com resultados fracos em comparação a seus concorrentes, como a Apple. A adoção de novas tecnologias pode ser uma estratégia da Samsung para não só diversificar sua gama de produtos mas também consolidar seus esforços numa estratégia alternativa de lucro.

Segundo a empresa sul-coreana, as telas em OLED produzidas nas novas linhas de produtos serão inicialmente aplicadas nos smartphones Samsung e contarão com técnicas especiais de manufatura e design. Um exemplo de modelo que a companhia pretende incluir essa tecnologia é no display do Samsung Galaxy Edge, que contará com telas curvadas, mas a possibilidade de produzir telas para terceiros da indústria mobile não está descartada.

A Samsung também anunciou que estaria criando uma nova sede de produção de chips na Coreia do Sul com um investimento de aproximadamente U$12,9 bilhões. A empresa investe pesadamente em componentes eletrônicos a cada ano: No ano passado, de seu lucro total de aproximadamente U$21,18 bilhões, quase U$13 bilhões foram repassados para o setor de semicondutores. Outros U$3,6 bilhões foram repassados para o segmento mobile.

Tags
  • Redator: Gabriel Daros

    Gabriel Daros

    Redator da Adrenaline que teve contato com hardwares desde quando viu seu pai montar um tal "PC gamer" aos oito anos de idade. Escreve notícias sobre internet, tecnologia e jogos, cujo primeiro contato foi com um SNES aos sete anos. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2013.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.