CEO do Twitter admite que empresa tem problemas em lidar com trolls e promete consertar isso

O presidente do Twitter, Dick Costolo, admitiu que a empresa tem problemas em lidar com trolls em sua plataforma e isso ocorre faz anos. A informação vem de um memorando interno obtido pelo The Verge, e também acrescenta que isso fez com que diversos usuários vitais deixassem a rede social, levando ao CEO assumir pessoalmente a responsabilidade por essa circunstância.

Apesar da rede social sofrer problemas com trolling há algum tempo – como por exemplo, o recente caso do "abuso GamerGate" sofrido por Anita Sarkeesian – a gota d'água para Costolo foi uma publicação recente no The Guardian feita pela escritora Linda West. No texto, Linda, que é feminista e sofre críticas sobre seu ativismo, contou sobre uma entrevista concedida no This American Life sobre um troll que assumiu a identidade de seu falecido pai no Twitter.

No passado, denunciar abuso no Twitter era uma tarefa difícil da qual a rede social fez poucos esforços para resolver até o momento. Em 2013, a rede social acrescentou um botão de "denunciar abuso" para os aplicativos do Android e iOS, mas apenas após uma petição do Change.org adquirir quase 150 mil assinaturas. Segundo críticas, no entanto, o botão foi considerado inútil, particularmente após Zelda Williams, a filha de Robin Williams, sofrer abuso na rede após a morte do seu pai.

O Twitter também apresentou novas ferramentas em dezembro para tornar mais fácil as denúncias de violência virtual e demais abusos. Entretanto, os recursos não resolveram muito dos problemas, considerando que a própria Sarkeesian publicou recentemente uma enxurrada de tweets que ela recebeu com ameaças, como no exemplo abaixo:

- Continua após a publicidade -

Outro motivo da dificuldade de lidar com trolls no Twitter se refere ao fato das contas estarem simplesmente ligadas à endereços de e-mail. Ao banir um troll, basta que ele mude sua conta para outra. Além disso, usuários podem mascarar seus IPs através de redes privadas ou pelo navegador Tor. A única alternativa para as vítimas dos ataques é bloquear cada um dos atacantes, uma tarefa que consome tempo e faz muitos deixarem a rede social por frustração.

Ainda não está claro quais são as novas estratégias que o Twitter pretende aplicar no combate ao abuso virtual, que agora é visto como atingindo um limite crítico. Entretanto, em dois memorandos separados, Costolo disse que sua rede social iria trabalhar "noite e dia para começar a remover estes usuários e garantir que quando fizessem tais ataques, ninguém pudesse ouvi-los".

Nós temos problemas em lidar com abusos e trolls na nossa plataforma e temos problemas com isso há anos. Não é segredo e o resto do mundo fala sobre isso todos os dias. Nós perdemos usuários e usuários por simplesmente não lidarmos com pequenos problemas de trolling que eles enfrentam todos os dias.

Eu estou francamente envergonhado de quão fracamente nós lidamos com esse assunto durante meu período como CEO. É absurdo. Não há desculpas plausíveis para isso. Eu assumo a responsabilidade total por não ser mais agressivo nesse aspecto. A culpa é minha e de ninguém mais, e isso é vergonhoso.

Nós vamos começar a chutar esses usuários pra lá e pra cá e garantiremos que quando eles publicarem esses ataques ridículos, ninguém os ouvirá.

- Continua após a publicidade -

Todos aqui sabem o quanto isso é vital.

Memorando interno 1 do presidente do Twitter

Deixe-me ser muito, muito claro sobre minha resposta aqui. Eu assumo a responsabilidade PESSOAL sobre nossa falha de lidar com isso como uma empresa. Eu pensei ter esclarecido isso na minha nota, então deixe me reiterar o que eu disse, que é o fato de que eu assumo responsabilidade pessoal sobre isso. Em específico, eu disse "a culpa é minha e de ninguém mais".

Nós TEMOS que poder falar a verdade uns aos outros, e a verdade que todos mundo sabe é que nós não lidamos com esse problema eficientemente nem próximo do grau que nós deveríamos, e isso é por minha culpa e de mais ninguém. Então agora nós iremos consertar isso, e eu vou assumir total responsabilidade para garantir que as pessoas trabalhando noite e dia nisso terão os recursos necessários para enfrentar o problema, que há claras linhas de responsabilidade e prestação de contas, e que nós não nos equivocamos em nossas escolhas e decisões.

Memorando 2 do presidente do Twitter

{via}Engadget|http://www.engadget.com/2015/02/05/twitter-ceo-trolls/{/via}

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Gabriel Daros

    Gabriel Daros

    Redator da Adrenaline que teve contato com hardwares desde quando viu seu pai montar um tal "PC gamer" aos oito anos de idade. Escreve notícias sobre internet, tecnologia e jogos, cujo primeiro contato foi com um SNES aos sete anos. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2013.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.