Mantle e DirectX 12 podem possibilitar a soma das memórias das placas em SLI e Crossfire

Quem já conferiu este artigo, sabe que combinar placas de vídeo não quer dizer combinar memórias. O resultado é que, mesmo juntado duas GPUs equipadas com 4GB de memória dedicada, cada uma, você não terá 8GB disponíveis, e sim 4GB.

Combinação de placas de vídeo não somam as memórias; até onde isso pode ser um problema?

Segundo Robert Hallock, responsável pelo marketing técnico global da AMD, a nova API Mantle podem resolver este problema, e possibilitar a soma das memórias ao tratar duas placas como apenas "uma grande GPU".

Mantle é a primeira API a transcender este comportamento e possibilitar o muito necessário controle explícito. Por exemplo, você pode dividir a renderização de um frame em cada GPU e seu respectivo framebuffer irá lidar com metade da tela. Desta forma, as GPUs terão uma carga mínima de informação, permitindo que ambas os chips efetivamente se comportem como apenas uma GPU maior e mais rápida, com a correspondente memória maior

- Robert Hallock, marketing técnico AMD

- Continua após a publicidade -

Aplicando este comportamento também a modelos da Nvidia, e considerando que o DirectX 12 também busca o controle mais próximo do hardware por parte do software, podemos ver as duas APIs trazendo esta capacidade para placas de ambas as fabricantes de chips gráficos. E possibilitando que um SLI de GTX 970 resulte em um total de 8GB de memória dedicada (ou se preferir, uns 7GB mais rápidos e 1GB que chega logo depois).

Anteriormente, a combinação de placas não somava as memórias. Duas placas de 4GB, em Crossfire ou SLI, entregavam 4GB de memória dedicada. O motivo é que nas atuais tecnologias é preciso que ambas as placas de vídeo tenham acesso a todos os dados das memórias, sendo que cada placa só tem acesso a sua própria memória e que ficam desta forma "espelhados". Esta necessidade de duplicar os dados impede de somar as memórias das duas placas.

Vou precisar de 4GB de VRAM na nova geração?

Com os games de nova geração ficando cada vez mais exigentes nas especificações, os usuários que se interessarem por texturas em alta qualidade ou resoluções superiores ao FullHD começam a sentir gargalos nas memórias, logo a incapacidade de somar a VRAM vira um ponto negativo para quem cogita somar placas, afinal pode encontrar esta limitação de memória disponível especialmente em modelos de entrada.

{via}Tweaktown|http://www.tweaktown.com/news/43347/geforce-radeon-gpus-soon-combine-vram-thanks-dx12-mantle/index.html{/via} 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.