Hooligans levam bairro filipino a banir DOTA 2 de suas Lan Houses

Os fãs de DotA 2 nas Filipinas têm levado sua paixão tão à sério que chegaram a brigar por conta dos resultados das partidas. Segundo o jornal filipino When In Manila, o jogo foi banido nas lan houses do bairro de Salawag, uma comunidade de 60 mil pessoas na cidade de Dasamariñas através de um decreto municipal. Os locais que infringirem o estabelecimento terão suas atividades suspensas por um mês ou, dependendo do caso, ter seu alvará de funcionamento revogado.

A notícia foi confirmada nesta manhã pelo noticiário local GMA News, de um dos canais de TV do país. Segundo o The Daily Dot, um cidadão local alega que jovens que jogam partidas de DotA 2 nas lan houses do local têm se envolvido em conflitos, causando múltiplos incidentes de violência e crimes – comportamento conhecido por hooligan. A tradução do decreto declara que os jogos têm prejudicado a vida dos jogadores e o banimento é tido como "a coisa certa a se fazer pelas crianças".

"Caros conterrâneos, nós estaremos aplicando essa portaria municipal pois acreditamos que essa é a coisa certa a se fazer por nossas crianças que são constantemente vistas causando problemas, xingando, matando aula, apostando, varando a madrugada, brigando e ignorando seus estudos. Nós amamos as crianças e não permitiremos que seu futuro seja arruinado. Obrigado pelo seu suporte e compreensão."

Decreto filipino sobre o banimento de DotA 2 no bairro

Uma câmera instalada numa das lan houses capturou uma das brigas após uma partida de DotA 2:

- Continua após a publicidade -


{via}Polygon|http://www.polygon.com/2015/1/21/7868281/dota-2-banned-philippines{/via}

Tags
  • Redator: Gabriel Daros

    Gabriel Daros

    Redator da Adrenaline que teve contato com hardwares desde quando viu seu pai montar um tal "PC gamer" aos oito anos de idade. Escreve notícias sobre internet, tecnologia e jogos, cujo primeiro contato foi com um SNES aos sete anos. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2013.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.