Depois da NSA, Snowden revela que agência britânica invade privacidade de usuários de iPhone

No começo de 2014, documentos vazados por Edward Snowden mostraram que a NSA tinha acesso total a 100% dos iPhones através de um programa chamado "DROPOUT JEEP". Parece que eles não eram únicos, já que documentos vazados agora, novamente por Snowden, mostram que a agência de inteligência britânica, a GCHQ, também conseguia obter informações de smartphones da Apple.

Os iPhones não foram diretamente invadidos pela GCHQ. Ao invés disso, os britânicos conseguiam acessar os arquivos do aparelho quando ele era conectado a um computador vulnerável. Para isso, eles se aproveitavam do Identificador de Dispositivo Único (UDID), registro utilizado para identificar aparelhos da Apple em determinadas operações.

Essa tática era utilizada há um bom tempo, em 2010, antes da Apple começar a rejeitar aplicativos que utilizassem o UDID em 2013. Mesmo assim, dá para afirmar que os aparelhos da empresa ficaram expostos a essa falha por tempo o suficiente para permitir que a GCHQ descobrisse inúmeras informações utilizando este método.

{via}The Verge|http://www.theverge.com/2015/1/17/7632407/new-snowden-documents-show-how-the-gchq-tracked-iphone-users{/via}

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.