Empresas norte-americanas de tecnologia podem vender seus produtos em Cuba

A partir de hoje, empresas de tecnologia dos Estados Unidos podem vender seus produtos em Cuba, graças a reconciliação comercial entre os países, que aconteceu no dia 17 de dezembro.  Agora, os cubanos podem adquirir TVs, smartphones e "qualquer produto que gere fluxo de informação" vindos da terra do Tio Sam.

A abertura para empresas de tecnologia comercializarem softwares e dispositivos pode ajudar na questão da conexão e comunicação em Cuba, que tem internet de baixa velocidade e por um preço bem alto. Outro fator que dificulta o crescimento da área é o salário mínimo cubano de US$20 (cerca de R$53). Este também será o maior desafio para as empresas venderem seus produtos na ilha, já que muitos gadgets norte-americanos costumam ser bem caros.

Nesta sexta-feira, também foram flexibilizados alguns critérios para turistas norte-americanos viajarem para a ilha. Agora é permitido  utilizar cartão de crédito e débito em Cuba, além de poder voltar para os Estados Unidos com US$100 em rum e charutos e US$400 em outras mercadorias.

{via}Fudzilla|http://www.fudzilla.com/news/36769-cubans-can-now-buy-us-tech{/via} 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.