Apple processa Ericsson para pagar menos royalties no uso de patentes da conexão LTE (4G)

A tecnologia para conexão LTE (4G) usada nos iPhones tem suas patentes na Ericsson, que recebe royalties da Apple pelo uso do seu sistema. A maçã, entretanto, considera que essa não é uma tecnologia "essencial" para os padrões da indústria de smartphones e que a Ericsson exige pagamentos excessivos. Por isso, a Apple entrou com um processo contra a empresa.

A fabricante de iPhones considera que não infringiu as patentes e que não deve royalties à Ericsson, uma vez que a empresa sueca cobra suas porcentagens baseadas em todo o aparelho. A Apple acredita que os royalties deviam ser baseados unicamente no processador que inclui a tecnologia.

Se a Justiça decidir que as patentes são, sim, essenciais ao smartphone, a Apple será obrigada a pagar os royalties, mas ainda assim, dentro do mesmo processo, a empresa pede que os valores sejam revistos, para uma porcentagem "razoável". 

"Nós sempre estivemos dispostos a pagar um preço justo para assegurar os direitos de patentes essenciais referentes à tecnologia de nossos produtos. Infelizmente, nós não conseguimos fazer um acordo com a Ericsson numa porcentagem justa pelas suas patentes, então, como um último recurso, nós estamos pedindo à Justiça por ajuda."

Kristin Huguet, porta-voz da Apple

- Continua após a publicidade -
{via}Reuters|http://www.reuters.com/article/2015/01/14/us-apple-patent-ericsson-idUSKBN0KN0B820150114{/via}

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.