Facebook compra QuickFire Networks para desenvolver seus vídeos

Parece que não é só o Twitter que está investindo no aspecto do streaming próprio: o Facebook adquiriu a startup de infraestrutura audiovisual QuickFire Networks. O objetivo da rede social é melhorar e expandir a experiência dos vídeos presentes no site. A empresa adquirida foi fundada em 2012 e trabalhava com tecnologias que reduziam a necessidade de banda a ser consumida para transmissão de vídeos sem reduzir a qualidade das imagens.

Segundo um representante do Facebook declarou ao Mashable, o vídeo é uma parte essencial da experiência nas redes sociais. Alguns dos membros da QuickFire estarão se unindo ao gigante das curtidas e compartilhamentos como parte da aquisição da empresa, enquanto as operações da startup irão "reduzir", mas não estagnar.

Uma das razões do Facebook estar se voltando para os vídeos está relacionado ao seu aumento de uploads diretamente em seus servidores. Nos últimos meses, a rede social de Zuckerberg dobrou a quantidade de arquivos audiovisuais, graças à ações como o Ice Bucket Challenge. Atualmente, suas visualizações de vídeo diárias estão, em média, em um bilhão.

Ao que parece, essa movimentação não se limita apenas ao Facebook: o Youtube iniciou processo de contratação de funcionários criativos e o Twitter está na expectativa para lançar seus próprios vídeos no futuro. Anteriormente nesta semana, o Facebook anunciou também a aquisição de outra pequena empresa, Wit.ai, que desenvolve ferramentas para reconhecimento de fala e processamento de linguagem natural.

{via}Mashable|http://mashable.com/2015/01/08/facebook-acquires-quickfire/{/via}

Tags
  • Redator: Gabriel Daros

    Gabriel Daros

    Redator da Adrenaline que teve contato com hardwares desde quando viu seu pai montar um tal "PC gamer" aos oito anos de idade. Escreve notícias sobre internet, tecnologia e jogos, cujo primeiro contato foi com um SNES aos sete anos. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2013.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.