Console Forge TV, da Razer, é direcionado a gamers com PC streaming

A Razer resolveu entrar no mundo do Android TV com o seu media player box voltado para gamers na CES 2015. Nomeado Forge TV, o aparelho vem equipado com uma CPU Snapdragon 805, GPU Adreno 420, conexões WiFi 802.11ac e Bluetooth 4.1, 2GB de RAM e 16GB de espaço, permitindo aos jogadores rodar todos os games da Google Play em até 4 jogadores numa TV. O dispostivo também permite streaming de baixa latência de jogos de PC em 1080p, direto na telona, através de sua conexão ethernet ou Bluetooth e sua tecnologia embutida Cortex: Stream.

Segundo a Razer, o Forge TV está mais apto à transmissão de jogos do que os outros media player boxes do Android TV por ser compatível com qualquer hardware e funcionar com jogos acima de DirectX9. Para auxiliar na qualidade do streaming, a empresa acrescentou dois acessórios em Bluetooth, o controle Serval e o conjunto de mouse e teclado Razer Turret. Os dispositivos são compatíveis com qualquer jogo de Android TV ou smartphone e são compatíveis com até quatro aparelhos.

Apesar do foco em games, o Forge TV também serve como um centro de entretenimento similar aos outros media player boxes do Android TV, rodando aplicativos como Netflix, Hulu e Spotify e sendo controlados remotamente via dispositivos Android ou iOS. O aparelho também dá suporte ao Google Cast, caso quiser transmitir shows via Chromecast, e também salvar filmes, vídeos e progressos em jogos através de conexão à nuvem. O dispositivo tem o preço estabelecido em U$100 (ou U$150 com o controle Serval incluso), e estará disponível no mercado ainda no primeiro trimestre de 2015. 

{via}Engadget|http://www.engadget.com/2015/01/06/razer-forge-tv/{/via}

Tags
  • Redator: Gabriel Daros

    Gabriel Daros

    Redator da Adrenaline que teve contato com hardwares desde quando viu seu pai montar um tal "PC gamer" aos oito anos de idade. Escreve notícias sobre internet, tecnologia e jogos, cujo primeiro contato foi com um SNES aos sete anos. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2013.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.