Benchmarks mostram que Nvidia Tegra X1 tem desempenho até 2 vezes melhor que Apple A8X

Na CES 2014, a Nvidia apresentou um surpreendente chip móvel, o Tegra K1. Trazendo a arquitetura Kepler vista nas placas de vídeo da empresa, ele nos impressionou com a sua potência, batendo todos os recordes de benchmark aqui do Adrenaline. Em 2015, a empresa resolveu fazer isso mais uma vez, agora com o Tegra X1, novo chip que traz a arquitetura Maxwell Â– e desempenho ainda mais impressionante.

A medida foi necessária para a Nvidia se manter na frente da Apple, que lançou o SoC A8X em setembro de 2014. Incorporado no iPad Air 2, o chip traz CPU com desempenho 40% melhor e GPU 2,5% mais poderosa, em comparação com o antecessor, o A7. O novo chip da Apple empatou e até venceu o Tegra K1 em diversos benchmarks.

Mas isso não durou muito tempo. Menos de 4 meses depois, o Tegra X1 está aí, e os primeiros benchmarks já saíram. No teste 1080p Manhattan Offscreen, do GFX Benchmark (imagem acima), o chip da Nvidia conseguiu 65,8 fps, contra 32.7 fps do Apple A8X. O Tegra K1, por sua vez, tem 31 fps no mesmo teste.

No teste onscreen, que leva em conta a resolução dos aparelhos, a situação fica ainda pior para a Apple e seu iPad Air 2, que possui tela de resolução 2048 x 1536. Aqui, o A8X marcou 24.7 fps, menos que os 27.6 fps do Tegra K1 e muito menos que os 54.7 fps do Tegra X1. Há ainda a tabela relativa da Nvidia, que pode ser vista abaixo, e serve para reforçar os benchmarks.

- Continua após a publicidade -

{via}WCCF Tech|http://wccftech.com/nvidia-tegra-x1-benchmarks-apples-a8x/{/via} 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.