The Talos Principle tem maneira criativa de punir pirataria

Quando um desenvolvedor vai implementar o sistema anti-pirataria de seu game, ele pode seguir 2 caminhos: colocar um DRM chato que atrapalha até quem tem o jogo original (e vai ser quebrado do mesmo jeito), ou ser criativo. Esse segundo caminho foi o escolhido pela Croteam em The Talos Principle.

Como um usuÁrio do forum da Steam (imagem abaixo) descobriu recentemente, caso detecte que se trata de uma cópia pirata, o game prende o jogador dentro de um elevador. Isso acontece depois de desbloquear o 2º andar da torre. Além disso, alguns gamers dizem que alguns diÁlogos e legendas foram retirados da versão Jack Sparrow do jogo.

Essa não é primeira vez que a Croteam é criativa no combate à pirataria. Em Serious Sam 3, a desenvolvedora colocou um escorpião gigante imortal. Ele se move com velocidade bem acima da comum, e ataca o jogador até ele morrer, sem que este possa fazer alguma coisa. Veja:

Outros jogos também jÁ implementaram medidas anti-pirataria bem diferentes. Algumas mais criativas, outras mais cruéis. Em Alan Wake, por exemplo, quem jogar a versão pirata verÁ o personagem principal do jogo com um tapa-olho durante toda a aventura, além de receber mensagens ocasionais pedindo para que compre a versão original.

- Continua após a publicidade -

Em Michael Jackson The Experience para Nintendo DS, a Ubisoft colocou barulhos de vuvuzela sobre as músicas, para incomodar quem pirateou o game. Em Mirror's Edge, o jogador simplesmente vai parando antes de chegar a qualquer um dos saltos principais, que precisariam de mais velocidade. A Rockstar também entrou nessa, e quem pirateou GTA IV acabou com uma câmera bêbada durante todo o tempo (e não apenas quando o jogador sai para beber).

Para completar, temos o mais cruel de todos. Em Earthbound, lançado em 1995 no ocidente, o jogador encontra uma mensagem anti-pirataria assim que abre as cópias físicas pirateadas do game (ou seja, isso não afeta ROMs). Caso decida continuar, ele vai encontrar uma quantidade absurdamente maior de inimigos, em comparação com a versão original. Se mesmo assim o jogador conseguir chegar até o final do game, ele vai congelar antes do clímax. O usuÁrio então é obrigado a resetar o console, para então descobrir que seu save game foi deletado. Fique ligado que o vídeo abaixo tem spoilers do final do game!


Se você se lembra de outras maneiras criativas (ou cruéis) de combater a pirataria, comente abaixo!

{via}IGN|http://www.ign.com/articles/2014/12/29/how-the-talos-principle-punishes-pirates{/via} 

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.