Brasil deve fechar o ano como o 4º país com mais acesso à internet, diz consultoria

Ainda neste ano, o Brasil deve ultrapassar o Japão e se tornar o quarto país com o maior número de pessoas conectadas à internet, calculou a consultoria de tecnologia eMarketer. A empresa estima que vão ser 107,7 milhões de internautas (olÁ, internautas) no país contra 102,1 milhões de nipônicos. Só falta passar o Japão em qualidade de conexão, mas não somos tão otimistas assim.

O crescimento é reflexo no mundo inteiro. Em 2015, devemos alcançar, pela primeira vez, a marca de 3 bilhões de pessoas conectadas, o equivalente a 42,4% da população global. Até 2018, quase a metade do mundo vai acessar a web ao menos vez por mês, acrescenta a consultoria.

Em 2015, devemos alcançar, pela primeira vez, a marca de 3 bilhões de pessoas conectadas

E por que isso acontece? Por causa da Samsung, LG, Motorola e Nokia. A companhia que fez os cÁlculos disse que o crescimento tem sido impulsionado pela oferta cada vez maior de smartphones baratos. Outro motivo seria a oferta de mais conexões de banda larga.

"Enquanto mercados altamente desenvolvidos (de internet) estão quase saturados em termos de usuÁrios de internet, hÁ um espaço significativo de crescimento em países emergentes", afirma Monica Peart, analista da eMarketer. "Tanto a Índia quanto a Indonésia devem ter crescimentos (percentuais) de dois dígitos anualmente até 2018."

Com folga, a China lidera o ranking. O país deve ter mais de 643,6 milhões de internautas até o fim do ano. Em seguida vem os Estados Unidos, com 252,9 milhões, e a Índia, com 215 milhões. Em 2016, o país onde as vacas circulam livremente deve ultrapassar os "states".

- Continua após a publicidade -

A pesquisa foi feita com base em estimativas de 41 países, a partir de indicadores econômicos, tecnológicos e demogrÁficos. O Brasil deve se manter como o quarto maior usuÁrio da web ao menos até 2018 (último ano da anÁlise do eMarketer), quando deverÁ ter 125,9 milhões de internautas, seguido de perto pela Indonésia, com cerca de 3 milhões de internautas a menos.

Pesquisas anteriores jÁ indicavam o potencial do mercado de tecnologia e internet no Brasil: a proporção de domicílios brasileiros com computador passou de 25% em 2008 para 49% em 2013, segundo o Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br).

Mas ainda hÁ muita gente sem acesso à rede: o Cetic concluiu, com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE, que 24,2 milhões de lares de renda de até 2 salÁrios mínimos (em torno de R$ 1,4 mil) não estão conectados à Internet. O mesmo vale para 7,5 milhões de lares na Área rural do país.

{via}BBC Brasil|http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/11/141124_brasil_internet_pai{/via}

Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.