Nvidia divulga ótimos resultados no relatório fiscal do terceiro trimestre

A Nvidia não tem do que se queixar em seu último relatório fiscal. A empresa operou com receita recorde de US$ 1.23 bilhões e lucro de US$ 173 milhões. No mesmo período do ano passado, a empresa havia registrado US$ 1.103 bilhões e US$ 128 milhões, respectivamente, o que significa que a empresa conseguiu aumentar sua receita em 16%.

O bom relatório da Nvidia é resultado da evolução da empresa em múltiplos segmentos simultaneamente. Na Área de notebooks, houve um crescimento expressivo de 36%, embalado pelas placas GeForce GTX da geração Maxwell. A linha Tesla também alcançou um bom incremento, resultado do lançamento de novas placas Quadro. As GPUs Maxwell resultaram em um aumento de 13% nas vendas de placas de vídeo para computadores.

Outro segmento com bons resultados foram os chips Tegra. A Nvidia obteve 51% de crescimento em relação ao ano passado - em uma Área que estÁ apenas começando, é mais fÁcil este crescimento "explosivo". O principal motivo que desencadeou esta expansão foram os sistemas embarcados automotivos, incorporados por empresas como a Honda, e novos produtos com os chips, como o tablet Shield.

HÁ bastante otimismo para o último trimestre do ano, com expectativa de um crescimento natural das vendas de placas de vídeo e a entrada de novos produtos no mercado, caso do tablet Nexus 9, fabricado pela HTC e com o chip Tegra K1. Apesar da  estimativa conservadora da Nvidia - a empresa espera alcançar novamente 1.2 bilhões de dólares de receita - o próximo trimestre pode novamente trazer um novo recorde para a companhia.

Via TweakTown

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.