Nova lei na Espanha faz Google e outros serviços pagar taxa por exibição de notícias

A Espanha aprovou nesta quinta-feira uma lei que permite aos editores de notícia cobrarem uma taxa pela exibição de notícias por serviços como o Google News. A lei, que ficou conhecida como "Google Tax", não agradou o gigante da tecnologia, tanto que hÁ algum tempo atrÁs, o site ameaçou fechar a parte de exibição de notícias no país se a lei fosse aprovada. A nova medida relacionada a direitos autorais entra em vigor na Espanha a partir de 1 de janeiro de 2015. 

A taxa não atinge só o Google, mas também os outros buscadores que utilizam notícias de sites menores nas suas buscas.  Representantes do gigante da internet na Espanha se pronunciaram sobre a aprovação da lei: "Estamos desapontados com a nova lei, porque pensamos que serviços como o Google News ajudassem editoras a trazer trÁfego para seus sites".

O governo espanhol ainda não deu muitas informações sobre a nova lei, tais como qual o valor da taxa e quais serão os serviços atingidos por ela. Apesar de ter ameaçado fechar o Google News espanhol, os representantes do buscador disseram que  estão dispostos a trabalhar com os editores de notícia da Espanha para que eles não sejam prejudicados.

A Espanha não foi o primeiro país europeu a ter tretas com o Google em relação a direitos autorais. Em 2013, a Alemanha adotou uma medida que proibia o site de mostrar trechos de publicações protegidos por direitos da empresa VG Media. Entretanto, eles voltaram atrÁs e forneceram uma licença para o buscador utilizar os conteúdos. 

- Continua após a publicidade -

Via: Neowin 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.