Amazon admite que seu Fire Phone foi um fracasso, causando um prejuízo de US$ 170 milhões

Depois de muita hype ao longo do ano, a Amazon lançou seu próprio smartphone, o Fire Phone, que trazia novidades como uma tela 3D e o Firefly, tecnologia proprietÁria de reconhecimento de imagens. Nada disso, entretanto, foi o suficiente para que as pessoas comprassem o novo gadget, uma vez que ele representou um prejuízo de US$ 170 milhões, segundo a própria empresa.

A Amazon fechou o terceiro trimestre do ano fiscal em queda e culpou, principalmente, as baixas vendas de seu smartphone pelos maus resultados. Tom Szkutak, CFO da empresa, afirmou em conferência com repórteres que o Fire Phone era "um bom dispositivo num mercado muito competitivo". A opinião do executivo, entretanto, não é compartilhada pelo público, que deu apenas 2 estrelas (em 5) para o smartphone na própria loja da companhia. A baixa procura pelo Fire Phone chegou a fazer a operadora AT&T a quase dar o smartphone em um de seus planos, pelo valor de US$0,99. John Legere, CEO da operadora, tweetou sobre as perdas da Amazon. Via Re/Code.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.