Microsoft vai oferecer computação na nuvem gratuita para combater Ebola


A Microsoft anunciou que vai ajudar a combater o Ebola com a computação em nuvem. Como assim? É simples: empresa irÁ fornecer serviços de nuvem gratuitamente para pesquisas de médicos e instituições qualificadas que estejam trabalhando para combater o vírus.

"Uma das coisas que faremos amanhã de manhã é disponibilizar a Azure para a comunidade de pesquisa", garantiu ontem o CEO da Microsoft, Satya Nadella, numa apresentação em San Francisco.

"Além disso, temos algumas ferramentas que os pesquisadores da Microsoft criaram para desenvolver novas vacinas. Então queremos pegar tudo isso e tornÁ-lo disponível para a comunidade de pesquisa", explicou Nadella.

A Azure é a plataforma de computação em nuvem da Microsoft, que consiste de um grupo de centros de processamento de dados. Ela permite que os usuÁrios acessem grandes quantidades de informações, assim como utilizem seu poder computacional de maneira remota.

No site da Microsoft, a unidade de pesquisa diz que estÁ "solicitando propostas que utilizem a computação na nuvem para projetos que trabalhem para desenvolver um melhor entendimento da propagação e da cura do vírus Ebola".

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.