Novas GPUs GTX 980M e GTX 970M levam as últimas tecnologias da Nvidia para os notebooks

Quase 3 semanas após o anúncio das GPUs high-end GTX 980 e 970, a Nvidia revelou suas novas placas de vídeo para notebooks. Chamadas de GTX 980M e 970M, elas trazem a eficiente arquitetura Maxwell, junto da promessa de consumir 2 vezes menos energia que as placas com arquitetura Kepler.

Vale lembrar que essas não são as primeiras GPUs para notebook com Maxwell, pois as placas GTX 850M e 860M jÁ traziam a arquitetura. Mas elas são as primeiras Maxwell high-end, o que significa que devem trazer melhor suporte para as novas tecnologias da Nvidia.

A GTX 980M traz 1536 CUDA Cores, base clock de 1038 MHz com tecnologia GPU Boost 2.0, memory clock de 2500 MHz e barramento 256-bits. A memória grÁfica é GDDR5 e a placa suporta DirectX 12. A Nvidia diz que ela tem desempenho 40% superior ao da GTX 880M.

JÁ a GTX 970M inclui 1280 CUDA Cores, com base clock de 924 MHz, também com suporte a GPU Boost 2.0. O memory clock roda nos mesmos 2500 MHz, mas com barramento 192-bit. A memória grÁfica também é GDDR5, e a GPU também traz suporte a DirectX 12.

- Continua após a publicidade -


Recursos não vão faltar para as novas placas de vídeo. Elas vão suportar todas as novas tecnologias da Nvidia, como a Dynamic Super Resolution, o MFAA e o Voxel Global Illumination.

Da superresolução dinâmica ao MFAA: conheça as novas tecnologias que a Nvidia anunciou em setembro

O Multi-Frame sampled AA (MFAA) combina vÁrias amostras de antialiasing em posições diferentes dentro de um mesmo quadro para produzir um resultado que tenha maior qualidade com melhor desempenho. De acordo com a empresa, é possível alcançar uma imagem que tenha visual equivalente a 4x MSSA, mas com custo de desempenho equivalente ao de 2x MSAA.

JÁ o Dynamic Super Resolution serve para aqueles jogos que o PC jÁ estÁ rodando no mÁximo com sobra. Quando isso acontece, a placa de vídeo começa a renderizar o game numa resolução maior, e então é feito um downscale para a resolução do monitor do usuÁrio. Com isso, a qualidade geral da imagem aumenta consideravelmente.

- Continua após a publicidade -


Para finalizar, hÁ ainda uma tecnologia de iluminação dinâmica global em tempo real, que proporciona uma iluminação mais realista. A Nvidia não falou nada sobre o VR Direct, tecnologia que reduz a latência e melhora o desempenho de dispositivos de realidade virtual.

Conheça o que muda com a série GTX 800M da Nvidia; promessa é de até dobrar duração da bateria 

A empresa também atualizou a tecnologia Battery Boost, que jÁ estava presente nas placas de vídeo GTX 850M e 860M. O recurso limita os frames por segundo dos jogos, além de controlar as frequência da GPU de maneira dinâmica, com o objetivo de fazer a bateria dos notebooks durar mais. A nova versão agora traz configurações recomendadas especificamente para jogar na bateria, o que deve melhorar ainda mais sua duração, promete a Nvidia.

Para completar, as novas placas de vídeo também vão suportar as tecnologias que foram incluídas na geração Kepler, como ShadowPlay e GameStream. As novas placas de vídeo jÁ estão disponíveis para os OEMs a partir de agora. Por isso, espere notebooks de Asus, MSI, Gigabyte e Clevo no mercado em breve.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.