Portal 2 é mais eficiente para treinar a inteligência cognitiva que software especializado

Portal jÁ é bem conhecido por ser um game desafiante, com puzzles que forçam o jogador a usar sua inteligência espacial para avançar ao longo das fases. O mais impressionante é que, segundo uma pesquisa da Universidade do Estado da Flórida, este game consegue ser mais eficiente na hora de "treinar seu cérebro" que softwares dedicados a este tipo de atividade, como o Lumosity.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores colocaram um grupo de 77 estagiÁrios indefesos estudantes da universidade para jogar por um período total de 8 horas o game Portal 2 ou as atividades do Lumosity, testando a evolução dos participantes em três aspectos: capacidade de solucionar problemas, inteligência espacial e persistência.

Na parte de solução de problemas, os pesquisadores colocaram os participantes para resolver desafios como o a Torre de Hanoi - aquele de mover discos de um pino outro, nunca colocando um maior sobre um menor. A inteligência espacial foi testada com os participantes lidando com mudanças de representação dos objetos de duas para três dimensões  - e vice e versa - enquanto a persistência foi observada em testes específicos e também nos próprios Lumosity e Portal 2, averiguando o tempo que os jogadores levaram para desistir de solucionar uma fase.

O game Portal apresentou melhorias em todos os três aspectos, com destaque para a evolução nos desafios relacionados a inteligência espacial. Em contrapartida, a pesquisa não identificou nenhuma evolução nos participantes que jogaram Lumosity, um sofware que tem como objetivo principal treinar as atividades cognitivas, diferente do game da Valve que tem como foco ser um produto de entretenimento.

- Continua após a publicidade -

Com 97% público feminino e 99% do público masculino entre 12 e 17 anos consumindo jogos digital, a pesquisa conclui que hÁ muito a ser estudado sobre a relação entre o desenvolvimento cognitivo dos jovens e os games. Para quem quer conferir mais detalhes do estudo, pode ter acesso a publicação na íntegra através deste link (em inglês).

Via PopSci

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.