Instalar o iOS 8 no iPhone 4S é um exercício para sua paciência

A Apple disponibilizou ontem o update par ao iOS 8. Cheio de novidades, como o suporte ao HealthKit e as melhorias no iMessage, a mais nova versão do sistema da Apple para tablets e smartphones pode se tornar uma dor de cabeça para os usuÁrios dos modelos mais antigos.

De acordo com o Arstechnica, hÁ um aumento bastante perceptível no tempo necessÁrio para abrir aplicações e acessar funções no iPhone 4S, após o update para a mais nova versão do sistema. Em muitos casos, os apps levam o dobro do tempo para serem executados. Em outras situações, o atraso não acontece porém a perda de performance é perceptível, como o baixo número de quadros por segundo nas transições.

O principal motivo deste problema é simples: toda a interface grÁfica, transições e funcionalidades do novo iOS são voltadas aos novos dispositivos, com um hardware muito superior ao presente no 4S. Além da lentidão, os componentes limitados do antigo iPhone não são compatíveis com muitas funções como o Airdrop e o TouchID, e até mesmo a tela de 3.5" é pequena demais para alguns elementos recentes da interface, como a central de notificações.

Apesar dos problemas iniciais, o usuÁrios deste modelo não devem desconsiderar um futuro update. Um problema semelhante aconteceu no iPhone 4, quando recebeu o update para versão 7 do iOS, e a Apple fez "o que deu" para melhorar o desempenho com a versão 7.1, otimizando o que foi possível do antigo hardware. Para os mais apressadinhos, a melhor opção é segurar um pouco antes de atualizar seu iPhone lÁ de 2012.

- Continua após a publicidade -

Fonte Arstechnica 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.