Apple enfim anuncia o Watch, seu vestível que traz a interface do iPhone "para o pulso"

Depois de muita expectativa, a Apple entrou no mercado dos smartwatches, usando inclusive a tradicional frase de Jobs "One more thing" (e mais uma coisas, em tradução livre), para trazer o dispositivo ao palco. A empresa apresentou o Watch, seu gadget vestível capaz de interagir com os dispositivos iOS. Segundo Tim Cook, CEO da empresa, este é o "dispositivo mais pessoal que jÁ criamos".

O Watch traz uma série de funções, como abrir aplicativos, monitorar o usuÁrio através de um conjunto de sensores. "Pegamos o iPhone, encolhemos a interface e colocamos em seu pulso", explica Cook. o Apple Watch chega em dois tamanhos. Dentro da tendência do monitoramento de esportes, os múltiplos sensores do Watch são capazes de medir batimentos cardíacos e monitorar a posição através e um GPS, tudo para alimentar aplicativos de fitness em seu smartphone.

A interação com o modelo pode ser feito através de botões da lateral, sendo um no formato "coroa digital", um formato clÁssico dos relógios convencionais. A tela sensível a toques é capaz de perceber diferença de pressão nos comandos, e também serÁ possível controlar o aparelho através de comandos por voz com a Siri. Para quem estÁ preocupado com a proteção da tela, a tela  de cristal safira não apareceu no iPhone 6, e sim neste modelo.

- Continua após a publicidade -

O Watch não é independente: precisarÁ de um iPhone para sincronizar as informações e operar corretamente, sendo que é compatível com os modelos iPhone 5, 5S, 5C e os recém-lançados iPhone 6 e 6 Plus. O carregamento serÁ sem fio, através de indução, e ele serÁ compatível com o sistema de pagamentos Apple Pay.

Na hora de responder mensagens, o Watch "lê" o conteúdo e é capaz de sugerir respostas automÁticas. A outra forma de responder é através do comando por voz. O dispositivo terÁ suporte a aplicativos de terceiros, e irÁ exibir notificações na tela, como horÁrios de voos ou solicitação de amizade no Facebook.

O vestível - que a Apple prefere que seja chamado apenas de "relógio" - é capaz de auxiliar na navegação ponto-a-ponto. Além de mostrar o mapa e a rota em sua tela, ele utiliza o "taptic engine" para vibrar e indicar para onde ir. O dispositivo tem diferentes vibrações para avisar quando você precisa virar à direita ou à esquerda.

- Continua após a publicidade -

O Apple Watch chega nas cores prata e dourada, com diversas customizações em Áreas como o botão da lateral, e terÁ a possibilidade de mudar as pulseiras, disponíveis em seis cores. O modelo chega no início de 2015, pelo preço de US$ 349.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.