AMD Tonga (Radeon R9 285/285X) tem 2.048 stream processors, revela diagrama

Os franceses do hardware.fr tiveram acesso ao que dizem ser o diagrama de bloco do chip Tonga da AMD, onde revela alguns detalhes interessantes sobre a GPU.

De acordo com o material, o Tonga, que darÁ vida às Radeons R9 285X e 285, tem um total de 32 unidades computacionais, resultando assim em um mÁximo de 2.048 processadores grÁficos (stream processors), além de 128 unidades de texturização (TMU) e 32 rasterizadores (ROP). A GPU suporta um bus de 256 bits. Obviamente que a AMD cortarÁ algumas especificações do chip, de forma a diferenciar a 285X da 285. As apostas mais provÁveis sugerem uma Radeon R9 285 com 1792 SPs, 112 TMUs e 32 ROPs.

Sem fazer alarde, o chip Tonga estreou ontem na FirePro W7100, placa grÁfica voltada para o segmento profissional.

- Continua após a publicidade -

De acordo com as mais recentes especulações, a GPU Tonga chegarÁ ao mercado doméstico como Radeon R9 285, tendo "poder de fogo" semelhante à Radeon HD 7950 e preço similar à GeForce GTX 760, mas com eficiência térmica aprimorada e menor consumo de energia.

Na semana passada, imagens da R9 285 da HIS, Sapphire e XFX vazaram na web, indicando que o lançamento da placa estÁ mais próxima do que se imagina.

Assuntos
Tags
amd
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.