Tor Project avisa que ataque no seu banco de dados pode ter revelado identidade dos usuários

Pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon alegam que descobriram uma brecha de segurança na rede Tor que pode ter revelado a identidade dos usuÁrios. O co-criador do projeto de acesso à deep web Roger Dingledine confirmou a falha, dizendo que deve ter sido causada por um ataque ao banco de dados.

Não é certo, mas eles acreditam que o ataque tenha começado no dia 30 de janeiro desse ano e só foi neutralizado no dia 4 de julho, quando os pesquisadores contataram a equipe do Tor. Dingledine avisa os usuÁrios que acessaram a rede durante esse tempo: "eles podem assumir que estão afetados".

"Nós sabemos que o ataque foi destinado às pessoas que usam serviços secretos na rede, mas os atacantes não conseguiram ver nenhum trÁfico de aplicações. Em teoria, o ataque poderia também ter sido usado para linkar usuÁrios para seus destinatÁrios em circuitos normais, mas não achamos nenhuma evidência, fazendo esse ataque ser pouco provÁvel", explicou o co-criador da rede.

VÁrias agência de segurança governamental procuram formas de acabar com uma das portas mais fÁceis para a deep web, como é o caso da Rússia, pois o Tor pode ser usado por qualquer pessoa do mundo para evitar rastreamento, restrições e regimes opressores - e também para fins criminosos e até terroristas. 

- Continua após a publicidade -

Via The Guardian

Tags
  • Redator: Luiz Menezes

    Luiz Menezes

    Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina desde o segundo semestre de 2012 e gamer desde 1999, quando teve a oportunidade de jogar "Adventure" no Atari (mesmo não passando nem da segunda fase). Hoje é estressado com o Xbox 360 e com os ADCs noobs que sempre feedam o Draven. Trabalha na Adrenaline por causa da paixão por games e porque precisa de dinheiro para comprar consoles novos.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.