Apple admite que seus funcionários têm acesso aos dados pessoais de usuários do iPhone

A Apple admitiu que seus funcionÁrios e autoridades legais conseguem ter acesso aos dados pessoais que os usuÁrios de iPhone fizeram backup, incluindo mensagens e fotos. A companhia reconheceu que faz isso após o pesquisador Jonathan Zdiarski alertar em uma conferência que a empresa usa técnicas para contornar a criptografia do backup e obter as informações.

Os dados podem ser acessados através de qualquer computador que o usuÁrio tenha conectado seu iPhone e considerado confiÁvel para a troca de informações. A Apple diz que isso só é feito para fins de diagnóstico, permitindo que departamentos de TI da empresa, desenvolvedores e aqueles que solucionam os problemas possam ter acesso aos dados técnicos. A companhia enfatiza que não se trata de um problema de segurança.

"Um usuÁrio precisa desbloquear seu dispositivo e concordar em confiar em outro computador antes que esse computador possa acessar os dados limitados de diagnóstico", disse a Apple. Negando que isso tenha sido feito para colaborar com a espionagem da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, a companhia também afirmou que nunca trabalhou com qualquer agência governamental, de qualquer país, para criar uma brecha que os permita vigiar seus usuÁrios.

Via Ibtimes.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.