Fire Phone, smartphone com interface 3D da Amazon, começa a ser vendido nos Estados Unidos

O Fire Phone, smartphone da Amazon com interface 3D, jÁ estÁ à venda nos Estados Unidos através da loja online da empresa ou pela operadora AT&T. O aparelho, lançado em junho deste ano, custa US$649,00 sem qualquer plano de fidelidade.

O smartphone possui múltiplas câmeras frontais, que trabalham em conjunto para ativar a "interface 3D" do aparelho. Ele é capaz de rastrear a posição e o ângulo que o usuÁrio observa a tela, e através destas informações trazer novas interações e também aplicar efeitos de perspectivas em elementos como a tela de bloqueio do telefone.

Mantendo a lógica da família de tablets Kindle Fire, ele utiliza o sistema Fire OS e tem como foco o consumo na loja virtual da empresa. Entre os recursos para facilitar as compras estÁ o Firefly, aplicação que vem embarcada com o sistema e é capaz de usar os sensores para reconhecer objetos ou coisas "comprÁveis", como um pote de Nutella, que Bezzos (CEO da Amazon) usou para identificar através da câmera durante a apresentação do aparelho, ou uma música ou filme em execução, por exemplo.

O ecossistema é o ponto-chave do aparelho, que irÁ contar com serviços como armazenamento ilimitado de fotos, o recém-lançado serviço de músicas e, é claro, muita praticidade para a compra de conteúdos como filmes e produtos nas lojas virtuais da Amazon. Ele também conta com o Mayday, suporte técnico gratuito pelo período de um ano, onde basta apertar um botão para acionar a ajuda remota de um funcionÁrio da empresa.

- Continua após a publicidade -

Especificações técnicas
CPU: quad-core 2.2GHz
GPU: Adreno 330
RAM: 2GB
Display: 4.7" 720p, Gorilla Glass
Armazenamento: 32GB
Câmera: 13 megapixels traseira, 2.0 megapixels frontal  

Via GSM Arena.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.