Presença de níquel no iPad pode ter causado alergia a garoto de 11 anos

O revestimento externo do iPad pode ter causado alergia a um garoto de 11 anos que mora nos Estados Unidos. A causa seria a presença de níquel na composição do material.

Depois de usar o tablet (comprado em 2010) todo dia por um longo período, começaram a aparecer erupções na pele do menino. Isso motivou um estudo divulgado recentemente pela publicação de medicina e ciência Pediatrics. No artigo é discutida a "dermatite alérgica causada por contato com iPad entre crianças para destacar uma fonte potencial de exposição a níquel".

A responsÁvel pelo estudo é a médica Sharon Jacob. Ela diz que assim que foi identificada a alergia a níquel do garoto, os médicos fizeram testes que detectaram a presença do elemento químico no corpo do tablet. Nos últimos 10 anos, ela diz que o número de crianças diagnosticadas com alergia a níquel subiu de 17% para 25%.

As erupções na pele do garoto, embora desconfortÁveis e tratadas com antibiótico, não representam risco de vida. A alergia foi atenuada com o uso de uma capa protetora no dispositivo.

- Continua após a publicidade -

A Apple não se manifestou sobre o ocorrido e nem confirmou a existência de níquel na fabricação do corpo do tablet.

Via Exame.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.