Decisão judicial na Alemanha exige que Motorola retire o Moto G e o Moto X das prateleiras

A Motorola perdeu uma disputa judicial de patentes na Alemanha que pode resultar na remoção e o banimento do Moto G e do Moto X das lojas do país. A empresa alemã LPKF acusou a fabricante de smartphones de ter infringido uma patente sua referente à inserção de antenas num design de plÁstico curvo.

O juiz decidiu que a patente (preenchida na China em 2013) foi quebrada e determinou que a Motorola não só pare de vender os Moto G e X, mas também faça o recall dele de seus usuÁrios de negócios. Além disso, também serÁ necessÁria uma compensação financeira para a LPKF, cujo valor não foi divulgado.

Mudando a forma como a antena é inserida nos smartphones ou pagando uma compensação para a LPKF, a Motorola pode resolver a situação e a empresa jÁ informou que "deu os passos para evitar qualquer interrupção no suprimento". Via Neowin.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.