Restaurar os padrões de fábrica NÃO apaga os dados pessoais no Android, segundo o Avast

Um pedido de empréstimo assinado, as identidades de quatro usuÁrios, 250 contatos da agenda, 750 e-mails e mensagens e 40.000 imagens, das quais 1.000 continham nudez. Essas foram as informações obtidas de 20 smartphones Android que o Avast comprou no eBay e que tinham sido restaurados aos padrões de fÁbrica, ou seja, sofrido o hard reset. Como fica evidente, a restauração não apagou os dados pessoais dos antigos donos dos aparelhos.

O estudo foi conduzido pela empresa de segurança em software para mostrar a importância da criptografia em dados pessoais. Eles ainda conseguiram logar na conta de Facebook de um dos ex-usuÁrios e rastrear sua localização usando coordenadas do GPS. As informações foram obtidas, segundo o VR-Zone, sem esforço, usando o FTK Imager, que pode ser baixado gratuitamente para extrair esse tipo de dado. Programas proprietÁrios do próprio Android como o Debug Bridge e o Backup Extractor permitiram levar as informações ao computador sem precisar destravar os smartphones.

O Avast baseou seus estudos nos EUA e, segundo a empresa, apenas 14% dos norte-americanos usam um anti-virus em seu celular e somente 8% utilizam algum programa especialmente destinado a apagar totalmente a memória do telefone.  

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.