Google liga o protótipo do smartphone modular Ara pela primeira vez em público

Ao falar hoje no Google I/O, o líder técnico do Projeto Ara, Paul Eremenko, exibiu o protótipo do smartphone modular para mostrar o progresso de sua equipe no desenvolvimento do aparelho. Essa foi a primeira vez que o produto foi ligado em público, mas funcionando daquele jeito bem beta. Tão beta, que ele até reiniciou e travou durante as demonstrações.

Eremenko reconheceu as críticas daqueles que dizem que não é possível fazer um smartphone modular que as pessoas queiram. Para tentar solucionar os problemas, ele disse que a equipe começou transformando em números aquilo que parecia impossível. Dessa forma, eles foram capazes de enfrentar melhor as dificuldades. Os problemas técnicos, de acordo com Eremenko, são muitos e "o grupo Ara estÁ investigando maneiras de resolvê-los". Uma delas é buscar por novas formas de transferir os dados dos módulos para o corpo do aparelho, utilizando novos conectores.  Ele destacou, ainda, que o hardware não estarÁ sozinho nesse processo. O Android também terÁ mudanças para suportar a "modularidade".

O executivo falou de alguns possíveis módulos que vêm sendo cogitados. Ele pensa em um que seja o chaveiro para o carro, uma câmera mais cara que possa ser compartilhada com outros usuÁrios e módulos de visão noturna. Eles também estão pesquisando novas tecnologias de baterias mais poderosas. Para personalizar o aparelho, as capinhas devem ser produzidas em impressoras 3D. Eremenko também anunciou um desafio para os desenvolvedores: quem criar um módulo que faça "faça o smartphone fazer algo que nunca fez antes" vai ganhar um prêmio de US$100 mil.

- Continua após a publicidade -

Via The Verge.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.