Google apresenta Material Design, interface que, além de cores, traz profundidade nos pixels


A Google apresentou durante o Google I/O o conceito de Material Design, uma nova filosofia do design da interface do sistema que considera não apenas as cores de cada pixel, mas também a "profundidade" de cada ponto da tela. Baseados nesta API, os designers de interface poderão criar novos visuais e animações mais fluidas.

Com este novo recurso, o sistema Android serÁ capaz de criar novas animações e interações, baseados na informação da "profundidade" de cada elemento da interface. Com o Material Design, a Google acredita que os desenvolvedores poderão criar animações com movimentos mais naturais e interessantes me suas telas. Com a informação de posicionamento, o sistema serÁ capaz de entender o ângulo e posição de cada elemento, e desta forma renderizar efeitos como deslocamentos ou projeção de sombras, por exemplo.

Para garantir que os desenvolvedores criem interfaces coerentes com o formato deste novo design, a Google criou diretrizes de referência para que os criadores de apps sejam capazes de produzir softwares que operem de forma bem integrada com a interface do sistema. Estas informações estão disponíveis no link google.com/design.

- Continua após a publicidade -

A nova interface estarÁ presente em atualizações do Android, Chrome OS e também em aplicações web da empresa. 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.