Pepper, o robô que "entende" emoções humanas pode se tornar um "amigo à venda"


Ninguém supera os japoneses na arte de criar robôs extremamente avançados e não necessariamente úteis. A mÁquina da vez é o Pepper, um pequeno robô da Softbank com movimentação simples, mas com uma capacidade única: ele "entende" emoções humanas.

O Pepper vem equipado com uma infinidade de sensores que captam desde a entonação da voz até a expressão facial da pessoa com quem o robô estÁ interagindo. Mais do que isso, ele é capaz de aprender e interações que geram emoções tidas como positivas são armazenadas para serem usadas como referências em situações futuras, dando as guias de como o robô deve agir para receber mais outras respostas igualmente positivas. Como destaca o VR-Zone, de onde veio a notícia, diferente de outros robôs que simulam emoções, o Pepper é voltado para a interação com seres humanos e toda a sua tecnologia tem foco em entender e aprender como as pessoas se sentem.

 

O robô vem equipado ainda com Wi-Fi para mantê-lo conectado à nuvem Cocoro SB (kokoro é coração, em japonês) que turbina suas capacidades de anÁlise de sentimentos. A tela no peito dele tem tecnologia sensível ao toque e serve como mais uma interface de interação com as pessoas.

- Continua após a publicidade -

Desenvolvido junto com a Aldebaran Robotics (!!!) e a Foxconn, o Pepper serÁ um "amigo à venda", com previsão de lançamento para fevereiro de 2015 por um valor que vai girar em torno dos R$4.500.

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Últimas

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.