Google lança página que permite que europeus excluam links associados ao usuário

O Google lançou uma pÁgina na web onde cidadãos europeus podem pedir que links com informações sobre eles sejam excluídos dos resultados de busca. Os pedidos só serão validados se os dados forem muito velhos ou se a pÁgina não tiver interesse público, como convicções criminosas ou mÁ prÁtica profissional.

A empresa pretende produzir um formulÁrio mais detalhado no futuro, jÁ que eles esperam uma grande quantidade de pedidos de exclusão. Até o momento, a webpage só possui espaços para colocar o link e um box para os usuÁrios explicarem porque a pÁgina que deve ser excluída do Google é irrelevante, velha ou inapropriada. 

A decisão foi feita depois de um pedido da justiça da Europa, que disse que as pessoas tinham o "Direito de serem esquecidas". Segundo o Google, isso é uma notícia desapontante, porque as pessoas também tem o "Direito de saber".

- Continua após a publicidade -

O Google disse que vai trabalhar na implementação da regra. Ainda não se sabe quando as pÁginas começarão a ser deletadas dos mecanismo de busca: "enquanto finalizamos a implementação da nova lei europeia de segurança na web, por favor preencha o formulÁrio abaixo e nós iremos notificÁ-lo quando o processo de exclusão começar" é o que estÁ escrito na webpage.

Sobre essa nova lei, a empresa Yahoo ainda estÁ analisando a situação para ver como a decisão vai afetar seus negócios e seus usuÁrios. JÁ a Microsoft, operadora do Bing, não se pronunciou sobre o assunto.

Via The Guardian.

Tags
  • Redator: Luiz Menezes

    Luiz Menezes

    Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina desde o segundo semestre de 2012 e gamer desde 1999, quando teve a oportunidade de jogar "Adventure" no Atari (mesmo não passando nem da segunda fase). Hoje é estressado com o Xbox 360 e com os ADCs noobs que sempre feedam o Draven. Trabalha na Adrenaline por causa da paixão por games e porque precisa de dinheiro para comprar consoles novos.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.