Sony prepara uma fábrica da linha Playstation na China

Depois do governo chinês liberar a entrada dos consoles no país, o país virou a nova "Eldorado" dos fabricantes de sistemas para games. Com um público gamer estimado em 500 milhões de potenciais consumidores, Microsoft, Sony e Nintendo jÁ começam a se preparar para disputar este novo e amplo mercado. De acordo com informações da BBC, a Sony jÁ prepara uma fÁbrica em território chinês.

Por conta das barreiras a entrada dos videogames impostas desde 2000, segundo alegação que eles "afetavam a saúde mental de crianças", o mercado chinês é dominado pelos jogos em PC e games mobile, especialmente nos gêneros que envolvem multijogador online.

Com o surgimento deste novo mercado, começou a corrida das fabricantes de consoles para tomar o mÁximo destes novos clientes. A Sony prepara uma joint-venture com a "Shanghai Oriental Pearl", que promete "a introdução de games de qualidade e saudÁveis, que acatem as condições do governo chinês e que atendam os gostos do chineses". Na parte da Microsoft, a empresa jÁ prepara o envio do Xbox One para setembro. Por parte da Nintendo, a movimentação mais interessante foi o anúncio de um novo videogame, voltado ao público de entrada, uma boa parcela destes 500 milhões de novos consumidores chineses.

A questão logística não é a única que precisarÁ ser resolvida. O controle do governo chinês sobre os produtos culturais é intenso, e jÁ ficou claro que o estado não irÁ hesitar em banir jogos que se oponham a visão do regime. A expansão do game Battlefield 4, China Rising, foi uma das afetadas, por ter sido considerada "uma ameaça a segurança nacional".

- Continua após a publicidade -

Fonte BBC

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.