Microsoft, Facebook, Google e outras empresas se unem para evitar um próximo Heartbleed

A falha de segurança Heartbleed, que afetou sites com criptografia SSL tem deixado muitos usuÁrios receosos nas últimas semanas. Para tentar impedir que problemas como esse surjam no futuro, um grupo de empresas formado por Google, Microsoft, Facebook, Amazon, Intel, Dell e outras companhias se uniu à Linux Foundation. Elas participam de um projeto chamado Core Infrastructure Iniciative, para melhorar a segurança das plataformas open source.

Heartbleed: O que é, como atingiu a internet e preciso mudar minhas senhas?

Por ano, cada uma vai doar pelo menos US$100 mil nos próximos três anos para projetos de código aberto que são indispensÁveis para a infraestrutura computacional global. E aí não se inclui apenas o SSL. A Linux Foundation, responsÁvel por administrar todo o fundo que serÁ arrecadado, vai apoiar também outros projetos open source. Embora a falha Heartbleed tenha sido a inspiração, o Core Infrastructure Iniciative não vai corrigir apenas problemas de segurança.

A fundação diz que muitas iniciativas se tornaram importantes, mas nem por isso recebem o investimento adequado. O OpenSSL, por exemplo, é utilizado em cerca de 66% dos sites mas recebe apenas US$ 2 mil por ano em doações. Se você quiser se juntar às grandes empresas e fazer uma doação via PayPal – não precisa ser US$100 mil -, basta acessar a pÁgina do projeto. Via The Verge.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.