Google abre as portas para mostrar o Projeto Ara - confira detalhes sobre o "smartphone modular"

A Google decidiu mostrar mais detalhadamente seu Projeto Ara, com algumas imagens e informações novas que dão uma luz melhor em como vai realmente funcionar o aparelho. Confira abaixo algumas das imagens e o vídeo da entrevista com Paul Eremenko, chefe do projeto.

Eremenko era um dos executivos da Agência de Pesquisa Avançada de Projetos de Defesa (DARPA), que trabalhava em conjunto com a Boston Dynamics, comprada ano passado pela Google. Agora, à frente do Ara, ele pretende ter uma primeria versão do produto pronta até o ano que vem. É uma filosofia da DARPA "fazer demonstrações em uma escala convincente".

Das novidades obtidas na entrevista, soube-se que cada módulo do projeto vai ter as suas capas (chamadas de shells: "cascas") completamente customizÁveis. O plano é que as lojas da Google sejam equipadas com impressoras 3D especiais para a criação dessas "cascas" a pedido dos clientes, sendo possível a implementação de diferentes texturas. Outra vantagem seria que empresas que produzem elementos distintos (como a Qualcomm com os Snapdragon, por exemplo), não precisariam mais convencer grandes fabricantes a incorporarem seu hardware nos seus smartphones, podendo, em vez disso, fabricarem módulos a serem vendidos diretamente para o consumidor final.

Mas uma informação bem importante é que o Projeto Ara perde performance em relação a outros smartphones. A bateria, por exemplo, tem uma vida útil 25% pior. Emerenko, entretanto, acredita que os outros recursos do aparelho compensam essas desvantagens.

  

O motivo real da Google não se preocupar tanto com a performance, porém, pode ser o fato do novo objetivo ter o nicho de entrada como público alvo. Nem o de entrada, aliÁs. A empresa estÁ mirando nas 5 bilhões de pessoas que nem têm smartphone ainda. É por isso que Eremenko chama o Ara de "o mais customizÁvel produto para mercado de massas jÁ criado pela humanidade". 

Foi para o The Verge que a Google ofereceu o acesso exclusivo aos seus laboratórios e a entrevista, o artigo completo estÁ neste link

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.