Facebook esconderá posts de páginas que pedem curtidas, comentários e compartilhadas

Dependendo das pÁginas que o usuÁrio curte no Facebook, é algo comum estar navegando pelo feed de notícias e ver algumas imagens pedindo para que o usuÁrio a compartilhe, curta ou comente. A empresa descobriu que essas imagens são, em média, 15% menos relevantes para as pessoas do que posts com número parecido de likes, compartilhadas e comentÁrios, e resolveu começar a esconder este tipo de publicação.


Cuidado ao postar imagens como esta na sua pÁgina

A solução do Facebook para resolver este problema é diminuir a relevância das imagens "isca de curtidas", através de implementações que conseguem detectÁ-las melhor. Apesar disso, a empresa reforça que isso não afetarÁ fanpages que estejam apenas tentando encorajar discussões entre os usuÁrios. "O foco, incialmente, estÁ em pÁginas que frequentemente pedem por curtidas, comentÁrios e compartilhamentos com frequência", diz Erich Owens, engenheiro de software do Facebook.

A discussão em torno do alcance das pÁginas do Facebook jÁ acontece hÁ um bom tempo. A empresa de consultoria em marketing [email protected] divulgou uma pesquisa que mostrava a redução do alcance do conteúdo publicado por pÁginas do Facebook, entre outubro de 2013 e fevereiro de 2014. Segundo a companhia, a média de fãs que viam as postagens de determinada fanpage no seu feed de notícias caiu de 12% para 6,15% nesse período. Nas pÁginas com mais de 500 mil fãs, esse número caiu de 4,04% para 2,11%. 

O recurso que o Facebook traz para ampliar o alcance chama-se promoção de pÁgina, e funciona assim: o dono de uma pÁgina paga, por dia, uma certa quantia para que sua fanpage seja mostrada no site, na forma de anúncio. Também é possível "impulsionar publicações", o que faz com que uma publicação seja vista por mais pessoas, incluindo algumas que não tenha curtido a pÁgina. Via Exame.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.