Cover Lock Screen: o exclusivo do Android que justifica a compra do Twitter

No começo do mês, um desconhecido aplicativo de personalização de bloqueio de tela exclusivo do Android foi comprado pelo Twitter. Curiosos para saber o que ele tem de interessante para despertar a atenção do microblog, nós do Adrenaline resolvemos baixÁ-lo (enquanto ele estÁ disponível) e testar suas funções e seu potencial, mesmo em fase beta.

Em um primeiro contato, o Cover mostra de forma bem simples o que pretende fazer por você: facilitar sua vida na hora de desbloquear seu smartphone Android, aprendendo seus hÁbitos e formas de utilizar o celular. Ele cria "perfis" para diferentes situações do seu dia, como trabalho, no carro, na rua, em casa e, até mesmo, em casa à noite. Ele identifica estas situações através de múltiplos fatores, como localização por GPS, hora do dia e até a Wi-Fi em que você estÁ conectado. AliÁs, segundo os próprios desenvolvedores, o aplicativo tenta economizar o mÁximo de bateria possível, utilizando o GPS apenas quando necessÁrio. Na maior parte do tempo, ele procura identificar através das Áreas de telefonia, jÁ que você informa para ele seu endereço. 

A partir daí, ele aprende seus hÁbitos no uso do aparelho, lembrando e criando ordens de preferência para aplicativos que você usa mais em determinada hora e situação do dia. Desta forma, ele é capaz de criar uma tela de desbloqueio totalmente personalizada, com o ícone destes aplicativos em uma coluna na lateral esquerda da tela. Assim, quando o usuÁrio for desbloquear o dispositivo deslizando o dedo sobre a tela, jÁ pode escolher qual  aplicativo iniciarÁ após o desbloqueio.

- Continua após a publicidade -

O Cover também permite que o usuÁrio personalize o plano de fundo para cada uma das situações programadas, além de possibilitar a escolha do modo em que o telefone ficarÁ em cada um. Exemplo: no trabalho, ele fica automaticamente no modo silencioso. Claro que essas funções são vistas em outros aplicativos, inclusive em alguns que até vêm com o aparelho. Mas a maneira como ele une todas elas e transforma essas vantagens em algo intuitivo e responsivo é seu principal ponto forte.

Ele "pensa" por você, mas ainda permite que você assuma o controle quando necessÁrio. Quando você pressiona um dos botões da tela de bloqueio, ele oferece as opções de aumentar ou diminuir a importância deste aplicativo para determinado perfil. Ou até de escondê-lo da tela inicial, caso você não o utilize. Entretanto, um dos principais problemas percebidos, e que talvez seja resolvido caso ele saia algum dia da fase beta, é a falta de liberdade para que o usuÁrio faça seu próprio perfil. 

E se você gosta de proteger seu smartphone do acesso de outras pessoas ou qualquer coisa do tipo, pode ser meio cansativo ter que desbloquear com o Cover e depois digitar sua senha para abrir o aplicativo desejado. Isso acaba sendo meio irritante, e talvez com o desenvolvimento completo ele integre essas funções de maneira menos trabalhosa. Outra "falha" encontrada é que a função de controle do Google Play Music e de outros players de mídia estÁ disponível apenas em smartphones com o Android 4.4 KitKat, jÁ que o bloqueio de versões anteriores do Android jÁ apresentava um esboço de controle que poderia ser otimizado pelo Cover. E mais, o que é oferecido no Android 4.4 não tem nada de novo. As funções e o design são praticamente os mesmos de outras versões do sistema operacional.

- Continua após a publicidade -

Além disso, uma função muito interessante que o Cover traz é a sua capacidade "multitarefa". Quando o usuÁrio estiver usando o dispositivo casualmente e deslizar o dedo de cima pra baixo em um dos cantos pré-definidos da tela, ele irÁ exibir os principais aplicativos utilizados. Assim, ele torna-se o "alt+Tab" dos celulares, o que muitos aparelhos não possuem, do jeito que seus desenvolvedores revelaram que gostariam que fosse. 

De qualquer maneira, o aplicativo é muito bom: funciona de forma intuitiva, é inteligente para aprender seus hÁbitos e locais, é responsivo e possui potencial. A compra dele pelo Twitter pode significar o fim da marca, e a criação de um novo app parecido. Talvez o microblog pense em fazer algo no estilo Home, do Facebook, com atualizações e tweets diretamente na tela de bloqueio. Enquanto isso, mesmo com o desenvolvimento parado, o Cover é recomendÁvel para aqueles que não gostam de perder tempo no desbloqueio do seu smartphone e que gostam de praticidade nas horas certas. Ele continua na Google Play Store (link no topo da pÁgina) e pode ser muito bem-vindo para quem não possui aparelhos top de linha com sensores e funções exclusivas.

Tags
  • Redator: Leonardo Lorenzoni

    Leonardo Lorenzoni

    Apaixonado por videogames desde que jogou Yu-Gi-Oh Forbidden Memories no Playstation e StarCraft no PC, sofre por ter nascido tão tarde e perder tanta bagagem cultural. Correndo atrás do prejuízo, divide a vida de estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com os vícios em séries e filmes. Gosta do Batman e não gosta do Superman. Escreve notícias para o Adrenaline e tenta não chegar atrasado.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.