Turquia libera acesso ao Twitter após bloqueio do governo

O acesso ao Twitter foi desbloqueado na Turquia depois que a Corte Constitucional do país considerou o bloqueio uma violação à liberdade de expressão. O Conselho de Telecomunicações turco retirou do seu site a decisão judicial que ordenava o bloqueio. Apesar da liberação, o microblog estarÁ ativo apenas depois que "as medidas técnicas necessÁrias forem tomadas." O Twitter, em sua conta oficial, comemorou a notícia e aguarda a restauração completa dos seus serviços no país.

O site foi bloqueado na Turquia pela direção de telecomunicações na noite do dia 20 de março depois de o primeiro-ministro turco, Recep Erdogan, dizer em um comício eleitoral que pretendia "erradicar" o microblog do país.

Embora as acusações caiam sobre Erdogan, o site oficial da direção de telecomunicações diz que o Twitter foi bloqueado por ordem do Ministério Público de Istambul, capital turca. À BBC, o governo do país informou que a rede social teria desobedecido ordens judiciais para a exclusão de alguns links e por isso pediu que ela fosse banida.

- Continua após a publicidade -

HÁ três semanas, foi divulgada no twitter uma suposta conversa entre Erdogan e membros do seu círculo. Nela, eles combinavam a transferência de grandes quantias de dinheiro, o trÁfico de influência e a interferência em decisões judiciais. Desde então, o primeiro-ministro vem sendo alvo de denúncias por suspeita de corrupção. As informações são da Reuters, obtidas através de uma fonte governamental.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.