Google confirma que governo turco bloqueou seu serviço DNS

A Google confirmou que o governo da Turquia bloqueou seu serviço DNS (Domain Name System) no país. O objetivo do governo é dificultar ainda mais o acesso ao Twitter e ao Youtube, serviços que foram banidos na Turquia porque estavam sendo usados para denúncias de corrupção.


Durante o fim de semana, surgiram rumores de que os servidores DNS da Google haviam sido interceptados pela maioria das operadoras de internet turcas. A própria empresa confirmou ter recebido essa informação, e a confirmou com uma investigação própria, conta Steven Carstensen, engenheiro de software da Google, em post no Google Blog.

"Um servidor DNS diz para seu computador o endereço de um servidor que ele esteja procurando, da mesma maneira que você procura um número de telefone numa agenda de contatos", explica Carstensen. "A Google opera servidores DNS porque nós acreditamos que você deve poder acessar de maneira rÁpida e segura qualquer serviço que você estÁ procurando, seja ele o Youtube, o Twitter, ou qualquer outro", justificou.

Para explicar o que estÁ sendo feitos pelas operadoras turcas, Carstensen fez a seguinte analogia: "[...] imagine que alguém trocou a sua agenda de contatos por outra, que é quase igual, mas que o número de telefone de algumas pessoas estÁ errado". Ele explica que, na essência, foi isso que aconteceu. As operadoras de internet montaram servidores que são mascarados como o serviço DNS da Google. Via Neowin e Cnet.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.