Razer afirma que não desistiu de seu computador modular, o Project Cristine

Depois de sua apresentação na CES 2014, houve um certo silêncio sobre o desenvolvimento do Project Christine, computador modular exibido pela Razer durante o evento. O CEO da empresa, Min-Liang Tang, afirmou que a empresa vem enfrentando dificuldades de lançar o produto, mas não desistiu do projeto.


A Razer afirma que estÁ passando trabalho para convencer as OEMs, empresas que fabricam e comercializam o hardware, de abraçar o conceito do Project Christine. E  não é por menos: o computador traz um formato bastante exótico, onde cada componente, como CPU e placa de vídeo, estariam inseridos em módulos com conexões idênticas, o que torna fÁcil o processo de conectar e desconectar módulos, mesmo para um usuÁrio leigo. Neste conceito, bastaria você comprar um novo módulo de processador e, em poucos minutos, você poderia fazer o upgrade em seu PC.

Por hora, não temos muitas informações sobre as negociações da Razer com as fabricantes, sendo que Tang não chegou a falar quais as OEMs que contactaram. Apesar de não ter desistido, é cedo para saber se o Project Christine vai virar um produto real, ou ficarÁ fadado a se tornar um "vapourware".

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual o seu palpite para os preços dos consoles da próximo geração?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.