Gigantes da tecnologia são denunciados por acordo que negava aumento aos funcionários

Uma denúncia, revelada nesta semana pelo PandoDaily, aponta que grandes empresas do ramo da tecnologia teriam feito um acordo para impedir que seus funcionÁrios recebessem aumentos salariais. O acordo teria como objetivo evitar que as empresas oferecessem salÁrios maiores para funcionÁrios concorrentes, tudo para não colocar em risco os lucros das companhias durante a guerra de contratações. Estima-se que mais de 1 milhão de funcionÁrios foram prejudicados pela decisão. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu uma investigação para o caso.

Segundo a denúncia, o acordo começou quando Steve Jobs (Apple) e Eric Schmidt (Google) conversaram e perceberam que a guerra de contratação entre as empresas teria apenas uma consequência: super salÁrios para os funcionÁrios e diminuição dos lucros. Por isso, o acordo - que agora jÁ tem quase uma década - teria servido para preservar o dinheiro das empresas, em uma época em que as novas tecnologias estavam dando muito retorno financeiro para elas.

Empresas como Intel, Dell, Microsoft, eBay, Comcast, Lucasfilm, Pixar, Dreamworks, Adobe, Intuit, Clear Channel, IBM e WPP estariam também supostamente envolvidas no acordo. Segundo o TechCrunch, o Facebook escolheu não participar.

Via Olhar Digital

Assuntos
Tags
  • Redator: Leonardo Lorenzoni

    Leonardo Lorenzoni

    Apaixonado por videogames desde que jogou Yu-Gi-Oh Forbidden Memories no Playstation e StarCraft no PC, sofre por ter nascido tão tarde e perder tanta bagagem cultural. Correndo atrás do prejuízo, divide a vida de estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com os vícios em séries e filmes. Gosta do Batman e não gosta do Superman. Escreve notícias para o Adrenaline e tenta não chegar atrasado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.