Jogador sul-coreano de League of Legends revela armação em torneio e tenta suicídio

O jogador profissional de League of Legends, Cheon Min-Ki (apelidado de "Promessa) revelou no fórum sul-coreano Inven que foi vítima de um esquema organizado pelo gerente do seu time Noh Dae Chu e que teria sido até ameaçado por ele para perder partidas de propósito.


Telhado do galpão que Min-Ki atravessou em sua queda

Segundo Min-Ki, Dae Chu disse para ele e seus colegas que a AHQ (empresa especializada em e-sports) estava patrocinando o time com equipamento e dinheiro, mas, na verdade a empresa teria fornecido apenas os computadores e o gerente mentiu, pegando um empréstimo para pagar as outras despesas do time (como hospedagem, etc). O plano de Dae Chu, segundo o relato do jogador, era fazer apostas ilegais com o time perdendo de propósito para recuperar o dinheiro e lucrar. Min-Ki descobriu a farsa quando entrou em contato direto com a AHQ e, mais tarde, descobriu que Dae Chu estava também vendendo os computadores que o time havia recebido da empresa.

O "Promessa" termina seu relato dizendo que "não pode mais lidar com isso". Ele se jogou de um prédio de 12 andares e agora encontra-se em coma. As imagens aqui vieram do Yonhap News, site de notícias sul-coreano que, em seu artigo, acrescenta que a Riot da Coreia do Sul se ofereceu para ajudar a cobrir as despesas da hospitalização do jogador e prometeu que vai investigar os casos para saber se houve mesmo armação.

A notícia veio do Kotaku, com traduções do Reddit e do Gosu Gamers.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.