Conceito maluco permite jogar Pokémon Red de maneira caótica, pelo chat do Twitch TV

Se você acha que jÁ jogou os Pokémons clÁssicos de todas as maneiras possíveis, você estÁ errado. Isso porque conceito maluco, que estÁ rodando hÁ cerca de 2 dias e meio, permite que os usuÁrios joguem Pokémon Red através do chat de um canal do Twitch TV, chamado "Twitch Plays Pokémon".

twitch.tv/widgets/live_embed_player.swf?channel=twitchplayspokemon" type="application/x-shockwave-flash" height="378" width="620">twitch.tv/widgets/live_embed_player.swf" />twitch.tv&channel=twitchplayspokemon&auto_play=true&start_volume=25" />Watch live video from TwitchPlaysPokemon on www.twitch.tv

A loucura – considerada um experimento social pelos seus criadores – funciona assim: enquanto o jogo estÁ rodando num emulador, um IRC bot traduz os botões que os usuÁrios falam no chat em teclas apertadas (digitalmente, não fisicamente).

Ou seja, para jogar basta falar no chat o botão que você quer pressionado. Isso funciona para todos os botões do Gameboy, que são "A", "B", "Select" e "Start". Para apertar o direcional para cima, basta escrever "up", por exemplo.

Só assistir a ação se desenrolar jÁ é uma enorme diversão. De maneira surpreendente, os usuÁrios jÁ estão no 3º ginÁsio, e possuem um Pidgeotto no lv. 28, no momento em que a notícia estÁ sendo escrita. AliÁs, apenas assistir a ação se desenrolar jÁ é uma grande diversão, pois as batalhas acabam sendo bastante imprevisíveis.

- Continua após a publicidade -

Qualquer pode ajudar – ou atrapalhar – a jogatina. Basta se cadastrar no Twitch TV, o pode ser feito com uma conta do Facebook mesmo. Aí, é só começar a digitar no chat. No momento, são quase 15 mil usuÁrios jogando simultaneamente, sendo que 990 mil jÁ viram a transmissão, desde que ela começou. Via Gamespot.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.