Brasil é um dos 3 países que mais sofreram ataque à informação bancária em 2013

O Brasil é um dos países que mais sofreram roubos de informação bancÁria no ano passado, de acordo com um relatório da Trend Micro. As falhas de segurança, os criminosos cibernéticos e os ataques dirigidos tornaram quase impossível manter dados pessoais e financeiros privados, em 2013.

Tarefas comuns, como fazer transações bancÁrias online, apresentaram sérios riscos aos internautas, especialmente por aqui. O país foi um alvo claro desse tipo de ameaça, tendo aparecido, durante os três primeiros trimestres do ano, como o 2o país com maior detecção de malware de online banking, atrÁs apenas dos EUA. No último trimestre, caiu para 3o, tendo sido ultrapassado pelo Japão.

O crescimento dos ataques estÁ relacionado com um aumento no uso de arquivos .CPL e itens de Controle de Painel maliciosos que estavam embutidos em anexos de spam do tipo .RTF. No mundo todo, o volume total de malwares bancÁrios dobrou de um ano para o outro.

Com a crescente utilização de smartphones, houve um aumento considerÁvel em volume e sofisticação das ameaças a dispositivos móveis. Foram identificados cerca de 1,4 milhão de aplicativos maliciosos e de alto risco para Android, incluindo apps disponíveis para download de maneira legítima - no Google Play. Isto não significa que a Apple ficou salva da vulnerabilidade, pois conforme comprovaram os pesquisadores, a App Store também é vulnerÁvel quanto à entrega de malware.

- Continua após a publicidade -

Além dos apps, as ameaças como phishing continuaram a se espalhar nos dispositivos móveis. Em 2013, o número total de sites de phishing móveis, embora ainda não comparÁveis aos observados no espaço PC, aumentou em 38% a partir de 2012. O principal foco dos ataques foi roubo de informação financeira.

E não só os usuÁrios comuns são alvos de ataques. A Trend Micro percebeu que, no ano passado, os criminosos continuaram aprimorando suas técnicas com claro foco em obter acesso a informações do governo. 2013 também foi o ano em que se viu maior conscientização sobre versões sem suporte do Java e do Windows XP. Isso significa que desafios generalizados de segurança irão se apresentar conforme cessem os patches e atualizações devido ao término do suporte para XP em abril de 2014.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.